PARCEIROS

PARCEIROS
PRESSIONE o botão PLAY para reproduzir a rádio, caso não toque automaticamente

BATE PAPO VIA FACEBOOK

O NATAL DOS CRISTÃOS

Chega o final do ano e com ele mais uma vez o velho comportamento das pessoas, que ficam tomadas de uma estranha compulsão de comprar presentes e preparar festas de confraternização, eventos que em grande parte das vezes, não oferece clima propício para o objetivo a que se propõe. O certo é que não se sabe definir muito bem se a euforia que toma conta do povo nesse período é pelo Natal ou pela ilusão que se tem de que termina um período de vida e começa outro, pelo simples fato de que a contagem do ano muda.
O brasileiro é um povo de comportamento bem peculiar. Tido como um dos países de maior população católica do mundo, na verdade é terreno no qual se vê as mais variadas manifestações de crenças, e sempre foi um solo fértil para o aparecimento de "mestres", com suas verdades incontestáveis. A característica mística do povo e a liberdade de expressão facilitam essa realidade.
Em recente matéria publicada em revista de circulação nacional, o perfil do brasileiro, do ponto de vista religioso, é bem interessante. Mais de 95% acreditam em Deus, em torno de 80% acreditam na vida eterna no paraíso, 70% crêem na doutrina das penas e recompensas e mais da metade acredita no inferno e no Diabo com suas artimanhas. Vê-se que, apesar do homem ter avançado na intelectualidade e viver a era da velocidade da informação, suas convicções filosóficas e religiosas em torno da vida não mudaram muito desde a Idade Média.
O perfil mostrado pela pesquisa abrangeu, em maioria, os professos das religiões ditas cristãs. Há que se dizer, porém, que o Cristianismo bem compreendido têm valores e conceitos bem distintos desses que aí estão expressos no comportamento das pessoas. Os ensinos revolucionários de um homem chamado Jesus, o Cristo, que foi aviltado pelos valores do mundo de então, falava de uma nova ordem de coisas, de um novo cidadão, de um novo padrão de conduta. Acusado de ter parte com o Diabo foi, por isso, morto pela ignorância dos que o julgaram como uma ameaça aos seus mesquinhos interesses.
É imperioso perguntar se a vinda do Mestre Jesus trouxe a mudança que Ele pretendia para a vida dos homens. Analisando a situação dos que se dizem cristãos, a resposta não é animadora. Certamente que não queria Ele que o homem se dividisse em castas religiosas, disputando palmo a palmo quem detém maior conhecimento da Verdade. Certamente que não pretendia rotular o homem como eleito de Deus, unicamente por professar essa ou aquela religião. Sem dúvida nenhuma, o sacrifício que fez, habitando um mundo de tanto atraso moral, não seria para fundar religião, ou religiões, atendendo a vontades menores. O Verbo de Deus, como o chamava o apóstolo João, veio trazer algo muito maior para a humanidade. Pretendia que o homem se libertasse do jugo da ignorância e deixasse de ser escravo dos interesses materiais e de suas imperfeições. Até hoje, porém, Sua mensagem permanece engessada, sendo estudada na superficialidade, apenas nos redutos religiosos, não produzindo os frutos que poderia produzir no campo do Bem.
Em uma de suas conversas com os fariseus, Jesus foi questionado sobre qual seria o maior mandamento da Lei. Querendo colocá-lo em dificuldades diante da Lei de Moisés para prendê-lo, não contavam os doutores da lei com sua superioridade espiritual, que respondeu incontinenti: "O primeiro e maior mandamento da Lei é amar a Deus sobre todas as coisas, de toda a tua alma, de todo o teu coração e de todo o teu entendimento. O segundo, semelhante a este é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Estes dois mandamentos contém toda a Lei e os Profetas".
Colocando-se dessa forma, resume Jesus toda a essência da doutrina cristã, colocando o amor a Deus no mesmo patamar do amor ao próximo.
Significa dizer que não se pode amar a Deus sem amar ao próximo e vice-versa. Traz aos homens de boa vontade, ou seja, àqueles que desejam mudar o rumo de suas vidas, o caminho da paz e da felicidade verdadeiras, alicerçado no amor ao próximo, mudando radicalmente o ponto de vista em relação à importância que o homem dá a si mesmo. Até hoje, porém, o homem não sabe bem quem é o seu próximo, confunde beneficência com caridade, acha que orgulho é uma virtude e entende a vida como uma experiência limitada entre o nascer e o morrer.
Com esse entendimento sobre a vida compreende-se bem a razão pela qual as festas de Natal se resumem em dar e receber presentes e nas costumeiras comilanças. À semelhança das festas pagãs, da época de Jesus, o povo não sabendo direito qual seria a razão de sua existência e sem qualquer intimidade e conhecimento das coisas eternas, tratava de "viver bem a vida", entregando-se aos seus prazeres transitórios.
Entretanto, o homem de hoje já detém condições para ter um procedimento diferenciado. Afirmar que crê em Deus não basta. É necessário compreender Deus e sua proposta. E compreender o Pai, significa estudar e vivenciar a Lei que foi resumida por Jesus aos fariseus.
O Natal dos cristãos deveria ser bem diferente. Apesar da data em si nada significar, pois foi criada muito tempo depois do nascimento de Jesus pelo império romano, na tentativa de trazer o povo pagão para os festejos cristãos, ela pode ser aproveitada para a reflexão sobre a Lei de Amor, trazida pelo maior de todos os Espíritos que esteve entre os homens. O verdadeiro cristão não deveria dar alimento ao materialismo, no consumismo desenfreado e sem sentido dos festejos de final de ano, sem refletir sobre os resultados de sua vida. Deveria sim, avaliar-se com sinceridade sobre o que construiu de bom e sobre o que fez de ruim, colocando-se com humildade diante de si mesmo e diante de Deus, comprometendo-se com sua consciência em trabalhar não só pelo sucesso da vida material, mas, e principalmente, pelo aprimoramento espiritual, pois nada se leva desta vida a não ser os tesouros imperecíveis do Espírito. Este é o melhor presente que se pode dar a Jesus, pastor de todas as almas e, supostamente, o dono do aniversário.

O QUE É O NATAL

O Natal ou Dia de Natal é um feriado comemorado anualmente em 25 de Dezembro (nos países eslavos e ortodoxos cujos calendários eram baseados no calendário juliano, o Natal é comemorado no dia 7 de janeiro), que comemora o nascimento de Jesus de Nazaré.[2][3] A data de comemoração do Natal não é conhecida como o aniversário real de Jesus e pode ter sido inicialmente escolhida para corresponder com qualquer festival histórico Romano[4] ou com o solstício de inverno.[5] O Natal é o centro dos feriados de fim de ano e da temporada de férias, sendo, no Cristianismo, o marco inicial do Ciclo do Natal que dura doze dias.[6]
Embora tradicionalmente seja um feriado cristão, o Natal é amplamente comemorado por muitos não-cristãos,[1][7] sendo que alguns de seus costumes populares e temas comemorativos têm origens pré-cristãs ou seculares. Costumes populares modernos típicos do feriado incluem a troca de presentes e cartões, a Ceia de Natal, músicas natalinas, festas de igreja, uma refeição especial e a exibição de decorações diferentes; incluindo as árvores de Natal, pisca-piscas e guirlandas, visco, presépios e ilex. Além disso, o Papai Noel (conhecido como Pai Natal em Portugal) é uma figura mitológica popular em muitos países, associada com os presentes para crianças.[8]
Como a troca de presentes e muitos outros aspectos da festa de Natal envolvem um aumento da atividade econômica entre cristãos e não cristãos, a festa tornou-se um acontecimento significativo e um período chave de vendas para os varejistas e para as empresas. O impacto econômico do Natal é um fator que tem crescido de forma constante ao longo dos últimos séculos em muitas regiões do mundo.

MÁRTIRES EVENGELICOS



Muitos servos de Deus morreram nas arenas tragados pelos Leões por não negarem ao Deus vivo,enquantos os Leões viam em suas direçoes eles cantavam louvando o nome do Senhor,esses foram martires,tem também o caso de Estevão que morreu apedrejado(Atos 7:59) por adorar ao Senhor Deus.Muitos servos de Deus sofreram açoites,pedras, o proprio Senhor Jesus foi açoitado por adorar ao Senhor Deus e não negar sua fé, assim como nos dias de hoje muitos que são VERDADEIROS seguidores e adoradores do Senhor Jesus, sofrem perseguição e sao ainda martirizados,não só um dia, mas todos os dias,mas Jeus não nos enganou eles disse que : ” no mundo sereis perseguidos por me adorarem “( João 16:33). No livro de Atos dos Apostolos vejo Estevão sendo apedrejado, acho q foi o primeiro.

O ESPIRITO SANTO



O Espírito Santo

Era uma noite escura em Jerusalém. Um pequeno grupo de homens estava reunido no segundo andar da casa, num aposento chamado cenáculo.

Surpreendentemente o Senhor cobriu a roupa com uma toalha e começou a lavar os pés dos discípulos. Depois partiu o pão e distribuiu o vinho, puro caldo espremido de uva, ambos sem fermento para simbolizarem o seu corpo e o seu sangue imaculados.

Um clima de silêncio, reflexão e solenidade invadia o coração de todos. Judas já havia se retirado. Uma sensação diferente pairava no ar. O coração opresso do Senhor tinha muito amor para cada ser humano. Um misto de apreensão e saudade enchia a sala. Todos estavam calados.

Quebrando o silêncio, Jesus abriu outra vez os Seus lábios e pronunciou uma inspiradora promessa, para confortar aqueles tristes corações.

Soaram, carismaticamente, aquelas inesquecíveis palavras do Senhor: " Não se turbe o vosso coração. Credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu pai há muitas moradas. Se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, eu vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver, estejais vós também." João 14:1-3.

"Se me amais, guardareis o meus mandamentos." João 14:15.

Eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre. Mas, aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo que vos tenho dito." João 14:16 e 26.

O Espírito Santo veio consolar os discípulos de Cristo, que ficaram sozinhos após Sua partida. Mas, isso não é tudo. Ele veio consolar também a todos os crentes através dos séculos até o fim.

Ele veio confortar você e a mim. Ele é o verdadeiro Vigário, Substituo e Representante de Jesus Cristo na Terra.

É mencionado 260 vezes nas páginas do Novo Testamento. Mas, também há lindas referências no Antigo Testamento. Na verdade, Ele desempenhou relevante papel no Gênesis, no princípio da humanidade, na criação de todas as coisas. Gênesis 1:1 e 2.

No Capítulo 3 do Gênesis, encontramos o Espírito Santo se comunicando com o ser humano antes do dilúvio.

No Livro de Juízes, vemos o Espírito Santo assessorando a vários filhos de Deus: Sansão, a quem deu uma força incomum, Josué, Gideão, Davi. O Espírito Santo faz a diferença na vida das pessoas.

Quando Davi cometeu um sério pecado, sentiu uma tremenda solidão. Estava vazio. Andava triste, caiu em enorme depressão. Foi aí que pediu clemência, arrependeu-se das faltas cometidas e implorou a volta do Espírito Santo em sua vida.

Na verdade. Deus não queria abandonar Davi. E não o abandonou. Eram muito amigos. Esta experiência ensina uma lição maravilhosa do grande amor de Deus, sempre pronto a perdoar.

A presença do Espírito de Deus é absolutamente essencial para que a pessoa seja vitoriosa, e tenha poder para testemunhar e honrar a Deus. Deus quer se manifestar na vida de cada filho Seu, através do Espírito Santo.

Quando Jesus foi batizado no Rio Jordão, o Espírito Santo veio sobre Ele em forma de uma pomba. Naquele momento Jesus foi ungido com o Espírito de poder. De igual maneira o Pai Celestial deseja revestir a Seus filhos, com ricas dotações da graça divina, para que seja em tudo vencedores e possam glorificar o Salvador.

O santos apóstolos foram aprendendo e cresciam em conhecimento. E suas vidas foram assimilando os ensinos sagrados. Quando se viram sem a presença magnífica de Jesus, levaram um enorme golpe, mas Ele enviou o Espírito Santo e aqueles homens frágeis e tímidos, tornaram-se verdadeiros gigantes espirituais.

A Bíblia, inspirada por Deus, diz que nos últimos dias da história deste mundo, haverá nova manifestação extremamente poderosa da presença do Espírito Santo. Os filhos de Deus receberão o poder do Céu para testemunhar.

A descida do Espírito Santo nos tempos apostólicos, é considerada como a Chuva Temporã. E na fase final da história do mundo, Deus derramará o Seu Poder para que a obra da pregação possa ser concluída. Essa manifestação final do Espírito Santo é chamada de Chuva Serôdia.

A Palavra de Deus nos anima a que busquemos ardentemente o Espírito Santo. "Pedi ao Senhor chuva no tempo da chuva serôdia, ao Senhor que faz os relâmpagos. E ele dará chuvas abundantes." Zacarias 10:1.

Deus prometeu: "E acontecerá, depois, que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne. . ." Joel 2:28

Vamos pedir que o Senhor transforme o nosso deserto e faça dele um jardim florido, um pomar com lindas e deliciosas frutas, através da operação do Espírito Santo.

Precisamos dessa presença divinal, desse orvalho sobre nós . Precisamos dar adeus à nossa mediocridade, à nossa fragilidade e às nossas limitações.

Vem Senhor encher nossas vidas da Tua infinita graça, do teu maravilhoso poder! Que respiremos o perfume divinal, trazido até nós pelo teu bom e excelso Espírito! Vem Precioso Espírito, transformar os nossos espinhos em flores vivas e eternas!

Desejo deixar você meu amado ouvinte, uma mensagem que possa confortar seu coração.

O Espírito Santo é o Consolador divino, enviado por Deus para habitar conosco. Sua presença em nossa vida é como um Fogo que destrói o pecado. Se permitirmos Sua atuação na nossa vida, Ele nos purificará de todo o pecado.

Deixemos Espírito de Deus conduzir nossas vidas. Ele nos purificará de todo o pecado e nos preparará para enfrentarmos as últimas lutas desta vida e no final nos levará ao encontro com Jesus.

RADIO ABAPAI


Ao longo do tempo as pessoas buscam uma forma de ouvirem uma radio onde possam compartilhar com outras as musicas que esta passando no momento ou até mesmo as que marcaram época,e uma das formas mais legais hoje em dia é a radio web onde vc no momento em que esta batendo papo com seu amigo pelo msn, orkut, twitter etc... pode indica-lo a ouvir algo que vc esta gostando e o mais legal disso tudo pelo fato de ser uma radio .com tem alcance em todo território mundial e com isso temos feito de tudo pra estarmos entre as melhores no meio principalmente no meio gospel onde tem crescido bastante e com isso fazendo o que tem sido e sempre será a nossa meta levar a palvra do senhor Jesus através de nossas programações e você que é um ouvinte e admirador deste ministerio virtual também pode estar participando conosco dessa visão espiritual indicando essa benção pra outras pessoas www.radioabapai.com que Deus venha esta abençõando a suas vidas de forma muito especial ADM. Marcelo Salvador administrador e apresentador do programa ultimas horas. Radio abapai a radio que leva missões...