BAIXE O APLICATIVO E OUÇA PELO CELULAR E TABLET

RADIOS NET

POPUP MODERNO

Player Moderno PopUp

ESCUTAR NO CELULAR

BAIXE O APLICATIVO E OUÇA PELO CELULAR E TABLET

Ouça Nossa Rádio Ao Vivo - CX Radio

PARTICIPAÇÃO, OPINIÃO, AJUDAR.

GRAVAÇÃO DE PROPAGANDA, CHAMADAS.

SALGADOS D' ALINE

Internet Banda Larga ConectMais

DEPOSITE UMA AJUDA

DEPOSITE UMA AJUDA
SEJA MANTENEDOR DESTA OBRA

Parceiros

KEROS LANCHES

KEROS LANCHES
Keros Lanches em Cidade Pomar Serra - Es.

APOIAMOS O PROJETO JESUS É VIDA

QUERO AJUDAR

QUERO AJUDAR
Ajude-nos com está obra

CONTADOR DE OUVINTES

Total de visualizações de página

SOBRE NOS

Localizada em Cidade Pomar na Serra, no estado do Espírito Santo, a Rádio Aba Pai está no ar há mais de 10 anos. Sua programação inclui variedades musicais, entretenimento e informação e dirige-se a ouvintes de várias classes, credos e raças.

sábado, 9 de abril de 2011

Senadora Marta Suplicy faz alteração na PL 122 “para agradar religiosos” e desagradar cristãos que usam a internet

A Senadora Marta Suplicy anunciou que fez uma mudança no texto da PLC 122, antiga PL122 também conhecida como Lei Anti-Homofobia. A divulgação foi feita durante o programa Cidadania da TV Senado no dia 28 de Março, onde fez um discurso pró-gay.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel A alteração foi a inserção de um parágrafo que protege templos religiosos. Segundo o novo texto, agora o projeto deixa claro que a lei não se aplicará a templos religiosos, pregações ou quaisquer outros itens ligados a fé, desde que não incitem a violência: “Eu tenho também que proteger essa liberdade deles de poderem falar dentro de um templo”, afirma a Senadora. O novo texto agora inclui o parágrafo: “O disposto no caput deste artigo não se aplica à manifestação pacífica de pensamento fundada na liberdade de consciência e de crença de que trata o inciso 6° do artigo 5° (da Constituição)”.
Porém, o novo texto, segundo a própria Senadora, exclui a mídia eletrônica dessa “liberdade de consciência”: “tomei o cuidado de que em mídia eletrônica não pode fazer isso. Mas, dentro de um templo, se não incitar a violência, for alguma pregação religiosa, de culto, de dogma, de fé…”, afirmou. Nesses termos, com o texto aprovado, portais gospel, sites de igrejas, pregações de pastores postadas em blogs ou páginas na internet que discordarem da prática homossexual podem ser criminalizados pela lei como homofóbicos e seus respectivos autores presos por até 3 anos, além de obrigados a pagar multa.
Segundo Marta Suplicy a alteração seria benéfica e poderia retirar os argumentos contra a lei para assim conseguir votos para aprova-la.
Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário