Igreja no Egito é atacada com pedras por vizinhos

  • 24/01/2023
Igreja no Egito é atacada com pedras por vizinhos

Em Alexandria, no Egito, muçulmanos radicais de um vilarejo próximo fizeram de tudo para impedir a conclusão da reforma de uma igreja local, construída em 1974.

Caminhões que estavam no local começaram a ser apedrejados pelos vizinhos. A nova estrutura já estava pronta quando o primeiro caminhão de concreto chegou para encher a laje. 

Os motoristas não puderam fazer a entrega porque os vizinhos muçulmanos começaram a jogar pedras e tijolos enquanto gritavam “Allahu Akbar” — que quer dizer “Alá é grande” ou “Alá é maior”. 

Prejuízos

O para-brisa e outras partes do caminhão foram quebrados. Outros dois caminhões que chegavam para a entrega de materiais viram a situação e fugiram para evitar mais prejuízos.

Muitos cristãos da região também foram vítimas de assédio e feridos por pedradas durante o ataque. De acordo com a Portas Abertas, a igreja tinha um ônibus, cujas janelas foram estilhaçadas e a lataria toda amassada.

Pouco depois desse ataque, a plantação de um cristão copta que morava nos arredores foi incendiada. A polícia chegou para controlar a situação e ordenou a suspensão da obra até que tudo se acalmasse.

Os danos materiais somados são de aproximadamente 6 mil euros (aproximadamente 33.500 reais). A igreja atende a uma comunidade de 4 mil cristãos da cidade e de outros 14 vilarejos do entorno.

Ameaça de demolição

No dia 25 de dezembro, os policiais escoltaram novos caminhões de concreto na tentativa de continuar a obra, mas os radicais se juntaram novamente na rodovia principal e interromperam a entrega.

O Conselho da cidade mais uma vez interditou a obra. O governador de Kafr El Dawwar ameaçou até demolir a igreja caso suas ordens não fossem cumpridas. Os membros da igreja agora enfrentam o desânimo e a incerteza ao ver a igreja sem telhado.

O Egito ocupa o 35º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2023 e a hostilidade vem de todos os lugares: governo, comunidade, comércios, universidades e até nas redes sociais.

Como o islã é a religião oficial do país, o governo egípcio tende a ser hostil com os seguidores do cristianismo. Há um grande contraste na forma como as mesquitas e organizações islâmicas são tratadas. 

Todas as igrejas e organizações não governamentais cristãs possuem muitas restrições para construir novas igrejas ou administrar serviços sociais. Cada vez mais, cristãos de todas as origens enfrentam dificuldades em encontrar novos lugares para o culto comunitário.

FONTE: http://guiame.com.br/gospel/mundo-cristao/igreja-no-egito-e-atacada-com-pedras-por-vizinhos.html


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. Deus proverá

Gabriela Rocha

top2
2. Habita Em Mim

Ministério Mergulhar

top3
3. Algo Novo

Kemuel

top4
4. Tá chorando por quê

Preto no branco

top5
5. Quem É Você

Kemilly Santos

Anunciantes